domingo, 17 de abril de 2016

Triângulos amorosos


Olá Rockers.
Hoje vou falar de triângulos amorosos.
Os livros estão cheios. Eles viraram praticamente uma fórmula para todo livro de sucesso.
Tenho que dizer, eu ODEIO, ODEIO, triângulos amorosos, mas vou listar aqui alguns que eu já li e qual o meu lado neles.






Já aviso pode haver SPOILER!!!


 Peter, Valerie e Henry:
Do livro “A Garota da Capa Vermelha”, um é o amor de infância, enquanto o outro é o cara rico e noivo arranjado pela família. Para a maioria Peter é o cara certo, Valerie o ama e não Henry, mas lendo o livro, eu me apaixonei por Henry. No filme, obviamente você quer que Valerie fique com Peter, principalmente porque o ator que faz Peter (Shiloh Fernandez) é um príncipe de conto de fadas, o cara é lindo, mas enfim, no filme Henry não tem muito desenvolvimento, mas no livro ele é muito fofo, e você fica até pensando como seria se Valerie se casasse com ele. Então eu sou muito dividida em relação a esse casal. Mas acho que fico com o Peter...






Maxon, América e Aspen:
Da série “A Seleção”. Esse é outro casal complicado. Procurando por uma justificativa lógica, você escolhe Aspen, ele era o amor da vida de América antes dela ir para a Seleção, nada mais logico do que se ela não ganhasse, ficaria com ele, mas sempre disse a mim mesma que ela tem que ficar com Maxon, ele é um fofo e os dois fizeram varias burradas durante o livro. Minha torcida sempre foi pelo Maxon,
não sei por que, pois não sou a maior fã dele.






Ian, Peregrina e Jared:
Da série “A Hospedeira”. Esse é um triangulo, meio quadrado. Pois temos duas meninas e dois meninos. Temos Melanie e Peregrina na mesma cabeça e dois garotos, amando meninas diferentes no mesmo corpo. Negócio meio complicado, mas eu sou loucamente apaixonada por Ian. Loucamente, tipo se esse garoto existisse de verdade, (espero que exista), me casava com ele na hora. Mas deixando minha loucura de lado, escolho Ian, apesar de Jared não estar apaixonado por Peregrina (mas quem leu o final do livro pode ter algo a dizer), se tivesse que escolher entre os dois escolheria Ian milhões de vezes. Fiquei com raiva de Jared por um tempo, mas agora já estou melhor.





Edward, Bella e Jacob:
Da “Saga Crepúsculo”. Esse triangulo me irrita profundamente. No filme você pensa que é baboseira, quem largaria um Edward? (Ok, quem tem o corpo do Taylor Lautner não tem que se preocupar com pessoas o deixando). Já tinha escolhido Edward antes de ler os livros, nos primeiros livros até fiquei meio dividida, principalmente no segundo, pois Jake foi muito fofo e amigo para Bella, mas quando houve o primeiro beijo deles, eu peguei um ódio dele, mas um ódio (para quem não entende o meu ódio por ele, não se preocupe, farei um post sobre isso). Por isso prefiro milhões de vezes o maravilhoso, príncipe de conto de fadas, Edward.




Evan, Cassie e Ben:
Da série “A 5ª Onda”, esse não chegou a ser um triangulo amoroso. Ben foi a paixão platônica de Cassie por anos, mas depois da invasão alienígena, ela acredita que ele está morto. Enquanto isso ela conhece Evan (amo ele), mas no final ela acha Ben, ele estava vivo e tentando salvar o irmão dela dos alienígenas, então eu fiquei bem nervosa no final do primeiro livro, pois eu queria tanto que ela ficasse com Evan e Ben com a Especialista. Apesar de que Ben nem se lembra dela e eu acho isso muito chato. Um cara quase morre por você e ele te conhece faz o que? 2 meses e outro cara estudou com você por anos e nem lembra de você. Me desculpem, Ben é um fofo, mas eu prefiro Evan.




Daniel, Lucinda e Cam:
Da série “Fallen”. Apesar de odiar essa série, é um triangulo amoroso de um livro que li. Acho esse triangulo amoroso, como muita coisa nessa série, uma baboseira. Como depois de saber que você passou 7 mil anos, 7 MIL ANOS, reencarnando, se apaixonando e morrendo por causa de um cara e ainda assim ter dúvidas do amor de vocês e pensar em outro cara? COMO? Me expliquem pois ainda não entendi. Ok, eu posso estar julgando com pouco informação, já que não li tudo, mas do que eu li, achei essas dúvidas sobre Cam ridículas. E eu, enquanto ainda gostava do livro, adorei Daniel. Ele é muito romântico e mortalmente (literalmente) apaixonado.






Bom minha lista acaba por aqui, por enquanto, mas tenho um pressentimento de que ainda veremos muitos triângulos amorosos por aí. Vou juntar os nomes e provavelmente essa lista vai ter uma parte dois daqui a algum tempo.
Bom, por hoje é só, vejo vocês no próximo post.

Beijo Rockers.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Continue lendo

Follow by Email